Robótica e as tecnologias nas ações educativas

14/11/2022

Nos programas do SESI/RS, os projetos são a base da nossa proposta pedagógica, de forma que eles possibilitam a integração entre as práticas inovadoras tão necessárias para o mundo do trabalho atualmente, integrando sociedade, escola e mundo do trabalho. Nesse sentido, não há hoje em dia como falar de práticas inovadoras sem pensar e trazer à baila a tecnologia educacional, pois vivemos num mundo cada vez mais tecnológico e digital em que a todo momento surgem novas informações e soluções, num movimento constante de mudanças. Essas mudanças que ocorrem a todo instante na sociedade, no mundo do trabalho, no modo de produção (indústria), no modo de consumir (comércio) e nas relações humanas estão muito relacionadas com as tecnologias vigentes.

A tecnologia chega e as mudanças ocorrem, e, não podemos esquecer que somos eternos aprendentes e seres que se adaptam a novos cenários, assim, “devemos fazer repensar nosso papel de seres humanos e também de trabalhadores. Estamos falando sobre um surgimento exponencial de novos empregos, mas, sobretudo, de novas competências necessárias para sermos bem-sucedidos no mundo de negócios.” (IORIO, 2019, p.26)

E, aqui está uma das funções da escola que é preparar nossos estudantes para viverem em sociedade de acordo com o contexto de cada período, por tudo isso fica claro de que “a escola não pode ignorar o que se passa no mundo.” (PERRENOUD, 2000, p.125). Desta forma, não há como ignorar dentro do ambiente escolar, esse contexto do impacto das tecnologias na sociedade, há de se englobar e trabalhar com as tecnologias nas ações educativas, proporcionando momentos de reflexão sobre relevância delas na sociedade e mundo do trabalho, que estão em constante transformação.

Nesse sentido, uma das tecnologias educacionais que possui grande abrangência no que tange o desenvolvimento de competências, é a robótica educacional. A robótica educacional vai desenvolver nos alunos muito mais que o pensamento computacional.

Robótica educacional:

Em termos gerais trabalhar com a robótica educacional engloba muito mais que montagem de robôs e a programação, pois para que se inicie qualquer montagem há a premissa da pesquisa, da elaboração do projeto, das interações com pessoas com diferentes expertises, da troca, do compartilhamento, do trabalho coletivo, das relações interpessoais, da resolução de problemas, das relações com diversos conteúdos de diferentes áreas do conhecimento, da elaboração de um projeto, etc. Para além de conhecimentos específicos, mobiliza habilidades de resolução de problemas, pensamento crítico, criatividade, relações, flexibilidade, negociação, raciocínio lógico, entre outras tantas.

Ou seja, a robótica educacional propicia uma mudança de comportamento dos estudantes e desenvolvimento de competências e habilidades tão necessárias para este mundo do trabalho que se apresenta. Contudo, exige-se uma mudança de paradigma, de forma que as escolas e agentes educacionais percebam e verifiquem a necessidade e a importância das tecnologias, principalmente da utilização da robótica educacional, implicando um novo método de ensinar e aprender.

Os jovens hoje em dia, tem a possibilidade de interagirem com diferentes tipos de tecnologias e possuem acesso a múltiplas fontes de informação que já fazem parte de suas vidas. Além disso, conforme Fava (2018) o mercado está cada vez mais exigindo competências multifuncionais, ética, empreendedorismo, mas muitas vezes ao chegarem na escola, os jovens se deparam com uma educação tradicional e alheia às tecnologias e a robótica. Nesse sentido, a escola necessita alinhar-se e conectar-se com os interesses das culturas juvenis, à realidade, necessidades da sociedade e com a exigências do mundo do trabalho, proporcionando práticas que utilizem a tecnologia, a robótica por meio de práticas inovadoras, “possibilitando o acesso dos estudantes aos conceitos do pensamento computacional” (RAABE, ZORZO, BLINKSTEIN, 2020, p.46).

A partir disso, é que o SESI/RS tem a tecnologia como um pilar na sua metodologia e visando disseminar e proporcionar um pouco dessa vivência para as demais instituições, o SESI vem promovendo os Festivais de Robótica, no entendimento de que há urgência em criar práticas que tragam um pouco deste mundo juvenil de hoje para dentro da escola, que considerem o contexto em que vivem os alunos, das exigências que sofrerão, bem como, seus interesses e necessidades, (…) diferentemente de qualquer outra revolução tecnológica do passado, a atual tem causado uma modificação acentuada da velocidade da informação e desenvolvimento tecnológico, acelerando em ritmo vertiginoso o ambiente em que vivemos. (GABRIEL, 2018, p.13).

Assim, a inclusão da robótica educacional dá-se pela necessidade de transpor as fronteiras de uma educação padronizada, mas de acompanhar as mudanças ocorridas no mundo, colocando nossos estudantes como protagonistas desse processo.  Nossos jovens precisam desenvolver seu pertencimento no mundo e para isso, necessitam ser envolvidos em ações que gerem curiosidade, reflexão, colaboração, responsabilidade, promovendo o diálogo, a troca, estimulando o pensamento crítico e criativo, desenvolvendo as competências e as habilidades necessárias para viverem em sociedade.

 

Autora: Fernanda Costa Arusievicz, mestranda em Informática na Educação pelo IFRS, Especialista em Alfabetização, com aperfeiçoamento em Tecnologias Digitais na Educação e em Letramento Digital e Tecnologia Educacional, Graduada em Pedagogia Multimeios e Informática Educativa. Atualmente é coordenadora de Tecnologias Educacionais do SESI/RS.

REFERÊNCIAS

 GABRIEL, Martha. Você, Eu e Os Robôs: Pequeno Manual do Mundo Digital. São Paulo: Atlas, 2018

IORIO Andrea. 6 competências para surfar na transformação digital. São Paulo: Planeta do Brasil, 2019.

PERRENOUD, Philippe. Utilizar novas tecnologias. In: Dez Novas Competências para Ensinar: Convite à viagem. Artes Médicas Sul: Porto Alegre, 2000.

RAABE, André.  ZORZO, Avelino F., BLINKSTEN, Paulo. Computação na Educação básica: fundamentos e experiências. Porto Alegre: Penso: 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Educação tá on!
© Todos os direitos reservados.