Os desafios dos líderes na manutenção do bem-estar das equipes

8/11/2021

Em um período marcado por uma grande crise sanitária, além da saúde física, a saúde mental também assume um papel de destaque nas discussões. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) revelam que, no Brasil, aproximadamente 9,3% da população apresentou ansiedade. E este foi apenas um dos efeitos da pandemia que causaram um forte impacto na saúde mental dos trabalhadores de maneira geral.  

A saúde mental está diretamente vinculada à qualidade de vida, à possibilidade de amar, trabalhar e interagir com as pessoas. Assim, logo entendemos que o local de trabalho e o bem-estar do trabalhador estão associados, e como essa sinergia influencia em uma boa saúde mental.  

O papel das lideranças na saúde mental 

Após o período de isolamento motivado pela pandemia, terreno fértil para a ampliação das incertezas, aumentou a incidência de doenças mentais, manifestadas por ansiedade, depressão, estresse, síndrome de burnout, entre outros transtornos. Com isso, líderes passaram a enfrentar situações complexas para lidar com essas questões. 

Por outro lado, o líder que investe na manutenção de um ambiente agradável e compreende seu papel na equipe, engaja, e cria um ambiente de trabalho que promove o desenvolvimento e a motivação das pessoas. Assim, é essencial que a liderança entenda seu papel, inspirando e guiando seus liderados de forma eficaz, buscando manter o equilíbrio e fomentando um ambiente saudável para alcançar o sucesso nos resultados organizacionais. 

A liderança humanizadora 

Para tanto, a saúde mental no ambiente de trabalho é um fator fundamental, que contribui para gerar um clima positivo ao desenvolvimento das atividades, trazendo melhorias para a produtividade, para o engajamento da equipe, para a redução de custos e riscos, e para a construção de um ambiente de trabalho positivo.  

De fato, o caminho mais indicado para manter o bem-estar das equipes é o exercício de uma liderança humanizadora, em que o líder entende que não tem todas as respostas e que está disposto a aprender com os seus erros e inquietações, ao invés de julgá-los. Logo, a escuta ativa com equipes, parceiros e clientes torna-se primordial para promover um ambiente mais propício à cooperação, interação e inovação, aumentando a possibilidade de encontrar soluções para enfrentar situações de conflitos.   

A oportunidade do desenvolvimento continuo 

O SESI, por meio de suas soluções em educação, oferece um amplo portfólio para desenvolvimento pessoal e capacitação de equipes em diversos assuntos. São opções de cursos nas modalidades EAD e in company.   

Saiba mais sobre a educação continuada do SESI. Acesse www.educacaocontinuada.sesirs.org.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Educação tá on!
© Todos os direitos reservados.